terça-feira, 11 de setembro de 2012

LIDERANÇA FEMININA

Querido leitor, que você esteja em paz! Hoje vamos refletir sobre um fato que está ocorrendo em nosso planeta, que é a ascensão da liderança feminina aos cargos estratégicos tanto do ponto de vista econômico quanto político.

Recentemente, a revista Forbes divulgou o nome das 20 mulheres mais poderosas do mundo, que, na verdade, são as 20 personalidades mais influentes do planeta. Dentre elas, entre as três primeiras, destacam-se Angela Merkel, Primeira-Ministra da Alemanha; Hillary Clinton, Secretária de Estado dos Estados Unidos e Dilma Rousseff, presidenta do Brasil. Em 17º lugar aparece a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner.

Dentre os 20 nomes, exceto os já apontados, tem outras políticas, cantoras, mulheres com cargos de confiança em governos federais, jornalista e, pelo menos, sete à frente de grandes organizações mundiais como a presidente da PepsiCo, a vice-presidente da Google, por exemplo. Todas mulheres notáveis, com conhecimento e postura elogiáveis.

Também há poucas semanas, aqui neste espaço, escrevi sobre a última rainha do império Egípcio. Falo de Cleópatra. Mas o que tem a ver Cleópatra com as 20 mulheres mais poderosas do planeta?
Como sabemos, entre seduções, marchas e contramarchas, guerras e mortes, Cleópatra buscava o poder pelo poder, mesmo que para isso passasse por cima de sues irmãos. Buscava aliados, sejam eles Júlio Cesar ou Marco Antônio. Mas era um poder efêmero, sem base, digo, claro que tinha base, mas era baseado na força física e na sedução.

Cleópatra era bonita, sedutora e inteligente. De acordo com a época, queria expandir os horizontes de seu reino e acabou se deixando morder por uma cobra venenosa que ceifou a sua vida. Em contrapartida, estas novas e poderosas mulheres têm charme, é verdade, mas também têm inteligência, articulação, clareza, proposta e postura. Afinal de contas, não é a toa que estão entre as 20 mulheres mais poderosas do nosso planeta.

E pensar que há poucos anos sequer podiam votar e, muito menos, serem votadas. Isso é bom que se lembre, em boa parte do nosso planeta, pois em outro, elas ainda se escondem atrás das burcas, sofrem mutilação genital.

Não importa que sejam líderes homens ou mulheres, desde que sejam éticos e busquem o avanço da humanidade como um todo. Mas, sem dúvida nenhuma, é uma notícia alvissareira esta de perceber mulheres se destacando em diversas atividades em todos os continentes.

Ganham os homens, ganham as mulheres, ganhamos todos nós como seres humanos.

É assim como o mundo me parece hoje. E você, como vê a ascensão das mulheres ao poder? Por: Beto Colombo
Postar um comentário